Assuntos em destaque

Coleta Seletiva de Lixo

PROCEDIMENTOS PARA IMPLANTAR A COLETA SELETIVA DE LIXO

Os procedimentos a serem seguidos para realização da coleta seletiva estão estabelecidos nos Artigos 30, 32 e 39 da Lei n° 3.273 de 6 de setembro de 2001, que dispõe sobre a Gestão do Sistema de Limpeza Urbana no Município do Rio de Janeiro, regulamentada pelo Decreto Municipal n° 21.305 de 19 de Abril de 2002. Confira:

• Todo material reciclável deve ser embalado em sacos plásticos transparentes ou translúcidos (azul e verde) para que o Gari possa visualizar o seu conteúdo bem como detectar a possível presença de materiais orgânicos, contundentes ou perfurantes no seu interior. Não será permitido o uso de sacos pretos.

• Para garantir a qualidade dos recicláveis basta uma rápida lavagem. Com esse pequeno gesto você garante que o reciclável limpo aumente a produção das atividades dos catadores.

• O resíduo orgânico, além de representar risco à saúde dos catadores, contamina todo o material potencialmente reciclável inviabilizando o seu aproveitamento e, consequentemente, a sua reutilização.

O lixo orgânico deve ser separado do lixo seco reciclável, que são os vidros (garrafas, frascos em geral, potes e copos), papéis (papelões, embalagens, sacos, papéis laminados, jornais e revistas, cadernos, folhas, papéis de escritório), metais (latas em geral, peças de alumínio, peças de cobre, fios e pequenas sucatas) e plásticos (garrafas, frascos, brinquedos, peças, sacos e sacolas, potes e tampas).

O que separar?

Jornais, revistas, folhas de caderno, formulários de computador, caixas, envelopes e aparas de papel.
Alumínio, ferro, cabos, fios, latas de bebida (refrigerante, cerveja e suco), latas de óleo, de leite em pó e de conservas.
Embalagens PET (refrigerante, suco e óleo de cozinha), embalagens de produtos de limpeza e higiene, potes de margarina, copos de guaraná natural e de mate.

Resíduos não coletados

  • Papel carbono, celofane e de fax, etiquetas adesivas, fita crepe, Guardanapos, bitucas de cigarros, fotografias, papéis sanitários, metalizados, parafinados ou plastificados.
  • Copos e fraldas descartáveis, adesivos, isopores, espumas, embalagens metalizadas, PVC, cabos de panela e carcaça de televisão.
  • Pilhas e baterias, clips, grampos, pregos, esponjas de aço, tachinhas, latas de tinta e frascos de aerossol.
  • Espelhos, cristais, cerâmicas, porcelanas e tubos de TV.
  • Entulho, restos de alimento, madeira, couro, pneu, fitas cassete e VHS, CD, DVD, lixo industrial, Latas contaminadas com resíduos químicos (tinta, verniz, inseticida), objetos perfurocortantes, pilhas e baterias, lâmpadas fluorescentes, restos de remédios e hospitalar.

Para saber mais e ver dia e horário da passagem do caminhão em sua localidade, coloque o nome da rua no site da Comlurb (Serviços > Coleta seletiva > no final da página). Para consultar informações sobre os tipos de recicláveis recolhidos, clique aqui.

Fonte: Comlurb

Coleta Seletiva