Passo a passo para uma previsão orçamentária eficaz

Preparar a previsão orçamentária é tarefa anual de todo o síndico. Mas ela pode e deve ser vista também, como uma ferramenta para gerir de maneira mais eficiente o condomínio, afirma a Diretora de Qualidade da Lowndes Administradora de Condomínios e Locações. Afinal, se bem elaborada ela garante transparência e correção nos processos, evita perda […]

Preparar a previsão orçamentária é tarefa anual de todo o síndico. Mas ela pode e deve ser vista também, como uma ferramenta para gerir de maneira mais eficiente o condomínio, afirma a Diretora de Qualidade da Lowndes Administradora de Condomínios e Locações. Afinal, se bem elaborada ela garante transparência e correção nos processos, evita perda de recursos, retrabalhos, desperdício de tempo e de dinheiro.

 

Além disso, organizar as rotinas, permite que o síndico mantenha o foco de sua atenção na conservação, qualidade dos serviços e na satisfação dos condôminos. E, é claro, na aprovação e reconhecimento do trabalho realizado, traduzido na sua reeleição.

 

É importante ainda considerar o cumprimento da legislação em vigor, a Constituição, o Código Civil – Art. 1331 ao Art. 1358, que concernem aos condomínios -, e o que diz à Consolidação das Leis do Trabalho e as convenções coletivas dos empregados em edifícios. “Com o cruzamento de dados, a partir do e-Social, outros campos, além da movimentação da contabilidade (débitos/créditos, entradas/saídas e saldos), incluindo as contas bancárias (extratos, recibos, depósitos, boletos, recursos em aplicação, juros, etc.), precisam ser contemplados para que funcione como um norteador para a gestão condominial”, adverte Catarina.

 

Previsão orçamentária passo a passo:

 

– Detalhe os custos reais do condomínio com obrigações trabalhistas, contratos, concessionárias, seguros, etc.

– Coloque estes dados em uma perspectiva de tempo, através do fluxo de caixa, adequando os custos à sazonalidade, ou seja, às variáveis ao longo do próximo exercício, considerando índices de inflação, inadimplência, dissídio coletivo dos empregados e outros itens que devem ser previstos.

– Desta forma, a planilha mensal demonstra o quanto é arrecadado e a expectativa de despesas, com detalhes, como gastos com fornecedores, funcionários, impostos e demais compromissos. Use-a para definir cotas condominiais que cubram o pagamento dessas diversas despesas e também, para visualizar divergências que poderiam ter sido evitadas, pensando estrategicamente tanto para a economia de despesas, quanto para a melhoria do fluxo de caixa.

– Vale lembrar que esta é uma das muitas atividades que uma boa administradora oferece a seus clientes. Na Lowndes, a movimentação das obrigações mensais do condomínio – folha de pagamento, faturas, guias de recolhimento e comprovantes em geral – pode ser acompanhada pela internet, ou seja, a qualquer hora. Esta facilidade permite total controle sobre receitas e despesas, mas também do correto cumprimento de contribuições, recolhimentos e outras obrigações, fundamentais ao atendimento do e-Social.