Saiba mais

Que bomba!

Para não se preocupar mais com as bombas do prédio

 

Verão chegando, é hora de prevenir a falta de água. Sabendo que as eletrobombas são fundamentais no abastecimento dos reservatórios de água do condomínio, é recomendável um plano de manutenção preventiva para os equipamentos hidráulicos e elétricos que compõe o sistema. E, acima de tudo, não contratar qualquer autônomo para fazer essas verificações, ou executá-las por conta própria. Peter Jaques, diretor de uma empresa que está há mais de 40 anos no mercado de manutenção hidráulica, dá dicas de medidas preventivas que evitam falhas e ainda aumentam o tempo de vida útil dos componentes hidráulicos e elétricos das bombas:

 

MEDIDAS PREVENTIVAS

1 ) Adote um monitoramento permanente do consumo de água (leituras diárias do hidrômetro geral de entrada) e do tempo de funcionamento dos conjuntos de eletrobombas. Além de repetições de abertura e fechamento de registros de gaveta, de esfera ou de pressão existentes; principalmente nas edificações próximas ao mar devido à alta salinidade, que acelera o processo de corrosão.

2) Faça verificações:

  • do correto funcionamento das bombas centrífugas de água fria e revezamento periódico entre as eletrobombas, para reduzir o desgaste do conjunto.
  • da correta operação das válvulas de retenção, com maior atenção as que se encontram dentro dos reservatórios, em contato com a água.
  • da atuação das torneiras de boia (chaves de nível) em reservatórios, principalmente, em períodos de tempo quente. O aumento do consumo de água faz com que o equipamento trabalhe mais.

3) Cheque se há vazamentos ou gotejamentos nas juntas (emendas) das tubulações, evitando aumento no consumo e entrada de ar nos equipamentos. Confira ainda o estado das tubulações de aço galvanizado quanto à corrosão superficial e nas respectivas roscas, especialmente, nas juntas entre componentes de ferro ou aço e componentes de cobre ou bronze.

4) Não esqueça de checar ainda o estado das tubulações quanto  à função, integridade e corrosão. É aconselhável o uso de tubulação em ferro, aço inoxidável ou cobre próximo às eletrobombas, para que, em caso de aquecimento ou entrada de ar, o material não solte ou derreta.

5) Mantenha a periodicidade da limpeza e desinfecção semestral dos reservatórios, cisterna ou caixa d’água, o que melhora a qualidade da água e reduz o risco de que algum detrito prejudique o conjunto hidráulico.

 

QUADRO DE COMANDO BLINDADO

  • Observe o estado geral de fiação, integridade mecânica, pintura e corrosão da estrutura dos quadros de comando elétrico e, além disso, o estado dos condutores e cordoalhas de aterramento.
  • Inspecione os componentes com partes móveis, como contatores, relés, chaves seccionadoras e disjuntores em relação ao estado dos contatos, sinais de aquecimento, limpeza, fxação, ajustes e calibrações.
  • Mantenha chaves contactoras e disjuntores termomagnéticos lubrificados, principalmente, em regiões próximas ao mar.
  • Verifique o grau de aquecimento no funcionamento dos equipamentos.
  • Cheque os relés térmicos trabalhando em amperagem correta de acordo com os conjuntos eletrobombas para que, caso ultrapasse seu valor nominal, ele interrompa o circuito no qual está instalado, evitando curto-circuito.
  • Instale um estabilizador específico entre a rede e a bomba para evitar problemas pela queda de energia.

 

PERIODICIDADE DE CUIDADOS DE MANUTENÇÃO

Para aproveitar com tranquilidade o tempo completo de vida útil de uma bomba, que pode chegar a 15 anos, siga o recomendado pelas duas normas regulamentadoras 5.410/2008, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), voltada a instalações elétricas de baixa tensão; e NR 10, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que estabelece normas de segurança para todos os profissionais que atuam com geração, transmissão, distribuição e consumo de energia elétrica. A contratação de uma empresa ou um profissional capacitado para fazer a manutenção preventiva periódica é fundamental, mas fique atento à periodicidade de cuidados para cada tipo de bomba:

  • De recalque: Mensal
  • De água suja: Mensal
  • De pressão: Mensal
  • De chafariz: Mensal
  • De piscina: Bimestral
  • De incêndio: Semestral
  • Reservatórios: Semestral
  • Submersa: A cada 2,5 anos